Sidebar

25
Sáb, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Rede Nacional Feminista de Saúde lança, em São Paulo/SP, os produtos - CD Rom e publicação impressa - que compõem o projeto Trilhas da Saúde das Mulheres, uma estratégia para a capacitação de mulheres em ferramentas de advocacy e controle social da saúde, direitos sexuais e direitos reprodutivos.  O evento ocorrerá nesta segunda-feira, 24, das 14h às 18 horas no auditório João Yunes, da FSP/USP, Av. Dr. Arnaldo, 715 - São Paulo – SP, próximo a Estação Clínicas do Metro, integrando a programação do 4º Seminário – Panorama atual da Saúde das Mulheres em sua diversidade: indígenas, negras e lésbicas.


O Seminário faz parte do "Ciclo de Seminários Temáticos" que se realiza desde setembro de 2008, na Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, organizado pela mesma, por meio do Departamento de Saúde Materno-Infantil; o Núcleo de Estudos de População da Universidade Estadual de Campinas (NEPO/UNICAMP), por intermédio de suas áreas Saúde Reprodutiva e Políticas Públicas e População; e a Rede Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos – Regional São Paulo.


O objetivo do Seminário é apresentar e discutir o panorama da violência contra a mulher no país, analisando a violência sexual e doméstica como um problema de saúde pública, bem como enfocar a política nacional de combate a esta violência e a importância da atuação das organizações da sociedade civil no que diz respeito ao controle da execução da mencionada política.

Os dois produtos – CD Rom “Nas Trilhas da Saúde das Mulheres” e a publicação “Ferramenta para Ação Política das Mulheres” - , acrescido ainda de um site de igual nome, reproduzem os documentos fundadores do direito à saúde sexual e reprodutiva e da saúde integral das mulheres, bem como as normativas técnicas instituídas nas últimas décadas.


Representante da RFS vai moderar sessão do Fórum Global de Ongs em Berlim
A Rede Feminista de Saúde foi convidada para participar do Fórum Global de ONGs sobre Cairo + 15, que ocorrerá em Berlim, Alemanha,  de 2 a 5 de setembro. Do Brasil estarão presentes Telia Negrão, pela Rede Feminista de Saúde e RSMLAC e Alessandra Nilo, que coordena LACCASO (Conselho Latino-Americano e do Caribe de Organizações Não Governamentais com Serviço em VIH/AIDS) e Vanessa Sousa (Promundo). A representante da RFS será a moderadora da mesa que tratará sobre Mortalidade Materna e os agravos na saúde das mulheres.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.