Sidebar

25
Sáb, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

di_campanha_mulher_ctb_2010No último dia 31 de março, a Secretaria da Mulher Trabalhadora da CTB se reuniu com as secretarias da mulher estaduais do Paraná (Ivonir Marcondes), do Espírito Santo (Abigail Carvalho), do Rio de Janeiro (Maria de Jesus Santos) e de São Paulo (Luzinety Correa) para debater e preparar algumas atividades.

A secretaria Abgail Pereira relembrou a aprovação da Campanha pela igualdade salarial, durante o II Congresso da CTB, e o importante papel que as mulheres desempenham na construção da opinião emancipacionista, feminista e classista. Destacou também que o espaço sindical ainda é muito masculino e falou dos avanços que as mulheres vêm obtendo nos últimos 100 anos. “Pautar a questão de gênero em todos os lugares é de fundamental importância, pois somando esforços e lutas, homens e mulheres construirão uma nova sociedade”, disse.

Levando em conta a agenda eleitoral deste ano, as secretárias resolveram realizar uma plenária no dia 2 de junho, na qual o tema principal a ser abordado será a participação política das mulheres nas eleições. “O encontro terá também como objetivo eleger um coletivo de mulheres para fortalecer a nossa presença na central e nos sindicatos, fazendo fluir melhor nossa política de fortalecimento das mulheres nas varias instancias do movimento sindical”, disse Abgail, lembrando também que a reunião indicou um encontro ou seminário nacional para o mês de novembro.

A reunião também destacou a importância da presença das mulheres no 1º de maio na Conferência Nacional da Classe Trabalhadora, a ser realizada em 1º de junho, ressaltando que as mulheres devem participar do processo de construção e comparecer dando visibilidade a nossas bandeiras.

Foi dado o informe a respeito dos projetos relacionados à mulher neste mês de março que tramitaram no congresso apresentado pela bancada feminina. Foram três: um sobre a participação da mulher na mesa diretora da câmara, o segundo sobre a obrigatoriedade da licença-maternidade de 180 dias e o terceiro sobre o projeto da igualdade salarial.

O projeto sobre a igualdade salarial está em debate. Inicialmente, a Secretaria de Políticas para Mulheres havia apresentado um anteprojeto de lei de igualdade no trabalho e chamou as centrais      para opinar. No momento temos um substitutivo deve entrar na pauta do congresso nos próximos dias deste mês.

A secretária também falou sobre o site da CTB, no qual, em breve, haverá um espaço próprio da Secretaria. Ela solicitou às presentes que enviem noticias e artigos para que a as lutas da mulher tenham mais visibilidade.

Por fim, Abgail falou sobre a edição do 1º vídeo da CTB, a respeito dos “100 anos do 8 de março: por mais conquistas, pela igualdade”, que deve ser amplamente divulgado nas CTB  estaduais, fortalecendo a luta das mulheres.

 

 

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.