Sidebar

23
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

atividade ler dort

A LER/DORT (Lesões por Esforço Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) é a doença que mais afeta a saúde dos trabalhadores. É uma síndrome causada ou agravada pelo processo de trabalho. Ela geralmente afeta os músculos, tendões, nervos e outras estruturas do corpo, de forma gradual. Se evoluir, pode trazer dificuldades em tarefas do dia a dia. Alta repetitividade de movimentos, exigência de esforço físico intenso, má postura, trabalho noturno e horas extras e postos de trabalho inadequados estão entre as principais causas.

Pensando nisso, o Sindicato dos Metalúrgicos em parceria com a CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), Cerest/Serra e diversas entidades realizou atividade de prevenção na manhã deste sábado, 28. A atividade, alusiva ao Dia Internacional de Prevenção às LER/DORT, aconteceu na praça Dante Alighieri. Durante a manhã foram distribuídos materiais informativos à população, além da apresentação de flash mobs (aglomerações instantâneas de pessoas em certo lugar para realizar determinada ação inusitada) para chamar a atenção da sociedade e dos trabalhadores, difundir as causas e combater a disseminação destas doenças relacionadas ao trabalho, agindo na prevenção.

“Nós tivemos a ideia da utilização dos flash mobs para interagir e chamar a atenção da sociedade para um problema muito sério, que são as LER/DORT’s que atingem muitos trabalhadores e das mais diversas áreas profissionais. E esse tipo de manifestação era muito usado pelos trabalhadores na década passada em suas lutas, então resgatamos isso”, relata a diretora de imprensa do sindicato, Eremi Melo.

Todos os anos, inúmeros trabalhadores metalúrgicos são afastados dos ambientes de trabalho, muitas vezes de forma definitiva, por serem portadores destas doenças profissionais.

“É preciso chamar a atenção das autoridades e da sociedade para as questões referentes à saúde do trabalhador. A conscientização é de suma importância. As doenças do trabalho atingem muitos trabalhadores que buscam o seu sustento e acabam adoecendo. É necessário dar condições para o trabalhador se proteger e o conhecimento é um passo importante”, destaca o presidente do Sindicato, Assis Melo

Fotos: Fabíola Spiandorello

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.