Sidebar

24
Dom, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

 

Integrantes da coordenação da Federação Sindical Mundial (FSM) para o Cone Sul reuniram-se, nesta sexta-feira (8), em Montevidéu, na sede da central sindical uruguaia PIT-CNT para organizar suas próximas ações. 

Baseados em cinco eixos temáticos - formação, comunicação, filiação, estrutura e política - representantes do Uruguai, Argentina, Chile, Peru e Brasil informaram sobre a realidade do sindicalismo em seus países e deram sua contribuição para a elaboração de um planejamento da FSM para o Cone Sul para 2014.

Duarante a reunião, o secretário de Relações Internacionais da CTB e coordenador da FSM para o Cone Sul, Divanilton Pereira, destacou que “Precisamos ter uma plataforma classista para as Américas”. 

Por sua vez, o secretário da FSM para as Américas, Ramón Cardona, falou sobre o papel da CTB para o fortalecimento da federação e também da representatividade da Central em iniciativas como o Encontro Sindical Nossa América (ESNA) que, em sua avaliação, é um importante instrumento para a integração. 

lei resp penal uyJá o coordenador da PIT-CNT, Marcelo Abdala, lembrou dos avanços dos governos progressistas na América Latina que permitiram conquistas populares. Ele destacou também que a unidade do movimento classista internacional é fundamental na criação de condições para a mudança para o socialismo. 

O metalúrgico informou ainda que no Uruguai existe uma mobilização da população em todos os setores de atividades, ele falou sobre vitórias para a classe trabalhadora uruguaia como as negociações coletivas tripartite, onde participam representantes do governo, do patronato e dos trabalhadores. 

No entanto, Abdala frisou que a pauta dos trabalhadores precisa avançar mais e citou como exemplo a campanha da central uruguaia para aprovar uma lei que permita a responsabilidade penal nos casos de acidentes de trabalho. "Quantas mortes são necessárias? Lei de responsabilidade penal agora", diz o slogan do cartaz fixado pelas ruas de Montevidéu.

No fim do encontro também foram levantadas questões relacionadas à coordenação da entidade na região para mulheres e jovens. Na noite desta sexta-feira (8) ocorrerá a abertura do 2º Encontro Regional de Jovens da Federação Sindical Mundial do Cone Sul, onde durante três dias serão compartilhadas experiências e levantadas bandeiras comuns sobre o papel da juventude no sindicato. Acompanhe a cobertura completa do evento no Portal CTB

De Montevidéu, Uruguai
Érika Ceconi - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.