Sidebar

15
Sáb, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Porto Alegre receberá 1º Encontro de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora nos dias 19 e 20 de janeiro. O evento é uma iniciativa da Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar) em conjunto com o Sindicato dos Farmacêuticos do Rio Grande do Sul e, em parceria, com outros sindicatos e entidades de trabalhadores da área da saúde.

A diretora de Organização Sindical da Fenafar, Débora Melecchi, explica que a demanda para realizar esta encontro partiu da Fenafar. "No nosso último Congresso, constituímos a pasta da Diretoria de Saúde e Segurança do Trabalho. Desde então, temos realizado encontros estaduais sobre o tema. O Sindicato do Rio Grande do Sul abraçou esta proposta da Fenafar e marcou para os dias 19 e 20 a atividade, que acontecerá durante o Fórum Social de Resistência e, também, marca a comemoração do dia nacional dos Farmacêuticos, celebrada dia 20 de janeiro".

Débora disse que durante o debate preparatório ao encontro, houve uma avaliação geral de que era fundamental "ampliar, incluir outros sindicatos da área da Saúde na organização do encontro. Então este encontro é fruto da parceria das organizações que representam as demais 13 profissões de saúde no Rio Grande do Sul".

Ela adianta que, apesar de a programação ainda não estar totalmente fechada, já se acordou a metodologia que será utilizada. "Vamos fazer o encontro no modelo que a Escola Nacional dos Farmacêuticos adotou nas oficinas da PNAF (Polítca Nacional de Assistência Farmacêutica), com uma dinâmica interativa. No dia 19 será a apresentação da metodologia, em seguida um grupo de teatro - formado por profissionais da área da saúde - vai fazer um esquete abordando os temas que nós queremos discutir no encontro: assédio moral, os riscos psiquicos, a precariedade das condições de trabalho que levam o profissional ao adoencimento, as doenças hergonômicas e o racismo institucional. Após esta esquete os participantes serão divididos em cinco grupos de trabalho que terá cada um o seu facilitador e será apresentada ao grupo três perguntas que terão que ser trabalhadas ao logo da atividade".

Ao final do trabalho nos grupos, haverá uma mesa de convidados que deve ser composta por representantes dos órgãos do trabalho, dos trabalhadores da saúde, os representantes das comissões intersetoriais da saúde do trabalhador, representante dos trabalhadores rurais que, com base no que será apresentado pelos grupos, vão fazer as suas considerações.

Na sequência nós teremos a mesa de abertura do encontro, e uma mesa redonda que já tem a confirmação da presença do presidente da Fenafar e do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Ferreira dos Santos, um especialista em relações trabalhistas e um representante da mesa nacional de negociação do SUS. Depois da mesa redonda, será realizado um coquetel para comemorar o dia dos Farmacêuticos.

No dia 20, das 09 às 13 horas haverá uma mesa para discutir os Desafios e as Perspectivas da Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Durante o encontro também haverá espaço para a apresentação de trabalhos.

As inscrições para o evento já estão abertas e podem ser feitas no site da Fenafar.

Fonte: Fenafar

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.