Sidebar

21
Qui, Fev

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) participará, nesta terça-feira (2), de uma atividade que discutirá a atual conjuntura e a agenda dos movimentos sociais brasileiros diante da ofensiva conservadora na região.

O vice-presidente da CTB, Nivaldo Santana, representará a central no encontro que conta com a presença do coordenador da Central dos Movimentos Populares (CMP) e da Frente Brasil Popular (FBP), Raimundo Bonfim e do diretor estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), Matheus Gringo de Assunção.

debate puc111

O evento é uma ação do Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre Movimentos Sociais da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), do qual o secretário de Políticas Sociais da CTB, Rogério Nunes, faz parte.

Para ele, estas atividades são fundamentais para mostrar para a população as consequências do golpe. “Este governo ilegítimo de Michel Temer está mostrando a que veio. A toque de caixa está retirando os direitos da classe trabalhadora”, expressou para o Portal CTB.

Nivaldo, que fará uma análise de conjuntura, concorda com a opinião de Rogério. Segundo ele, a greve geral do dia 28 de abril que paralisou o país seguido do 1º de maio, que reuniu mais de 200 mil pessoas só em São Paulo é uma demonstração da resistência popular nas ruas.

A encontro será às 13 horas no auditório 100 do Campus Perdizes da PUC.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Últimas notícias