Sidebar

22
Seg, Abr

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

logo ctbA Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), representada por suas secretarias de Políticas Sociais, Mulher Trabalhadora e Política de Promoção da Igualdade Racial, vem a público manifestar seu repúdio à recente nomeação do novo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDH) da Câmara, deputado Marco Feliciano (PSC-SP).

Alvo de dois processos no Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Feliciano responde a um inquérito que o acusa de homofobia e uma ação penal na qual é denunciado por estelionato.

Para a secretária de Políticas Sociais da CTB, a nomeação do pastor representa um desrespeito ao povo brasileiro e, principalmente, aos movimentos sociais, que por meio de entidades de defesa dos direitos LGBT, raça, gênero trava uma luta histórica contra qualquer tipo de discriminação, racismo e preconceito.

Na opinião da CTB, é inaceitável que a CDH fique nas mãos de alguém que irá lutar contra qualquer avanço em direção ao reconhecimento dos direitos humanos no Brasil, uma matéria ainda tão frágil em nosso país.

Diante disto, a CTB, uma Central que luta por um Estado laico e de direito, repudia veementemente a nomeação do parlamentar, conhecido por comentários racistas e homofóbicos, e falta de respeito às religiões de matriz africana.

Secretaria de Políticas Sociais

Secretaria da Mulher Trabalhadora

Secretaria de Promoção da Igualdade Racial

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.