Sidebar

21
Qui, Fev

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na manhã desta terça-feira (23), o Fórum de Trabalhadores por Verdade, Justiça e Reparação, organização que reúne entidades sindicais entre elas a CTB, se reuniram na sede da central em São Paulo.

Leia também:  Metalúrgico presta depoimento sobre participação da Volks na ditadura

Desde o ano passado, a entidade organiza a “Campanha Reparar Já!”, com o objetivo de investigar e denunciar as grandes empresas corresponsáveis pela repressão à classe trabalhadora durante a ditadura civil-militar no Brasil. A ação é uma continuidade ao trabalho da Comissão Nacional da Verdade, encerrada em 2014.  

Um dos casos denunciados pelo fórum ao Ministério Público Federal (MPF) é o da empresa Volkswagen que, segundo investigações baseadas em documentos e depoimentos, ficou comprovada sua participação em casos de tortura e violação aos direitos dos trabalhadores.

Em junho deste ano, o ex-funcionário e dirigente da CTB, João Batista Lemos, que trabalhou na empresa em sua fábrica em São Bernardo do Campo, prestou seu depoimento ao MPF no qual contou a perseguição que sofreu em seu ambiente de trabalho na época.

Para o secretário de Políticas Sociais, Rogério Nunes, que representa a central no fórum, “É evidente a colaboração da Volks com a ditadura. Vamos continuar denunciando até que a empresa seja responsabilizada pelos danos que cometeu contra a classe trabalhadora”, declarou o sindicalista. 

Rogério informou ainda que a central irá contribuir com o trabalho de pesquisa nos sindicatos que sofreram intervenção e perseguição durante o período ditatorial para o levantamento da organização.    

O processo contra a montadora alemã segue em andamento. O caso será tema de seminário no próximo sábado (27) no Memorial da Resistência às 13h30 e faz parte das atividades do Sábado Reistente atividade que debate questões sociopolíticas do passado e atuais por meio de diferentes formatos realizados em parceria com o Núcleo de Preservação da Memória Política.

O secretário-executivo do fórum dos trabalhadores, Sebastião Neto irá participar do debate que contará com a presença advogados, sindicalistas, membros da CNV e da procuradora do MPF responsável pelo Caso Volkswagen, Andrea Gondim.   

Érika Ceconi - Portal CTB 

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Últimas notícias