Sidebar

19
Qua, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Uma plenária ampla e democrática expressou ao longo de toda a tarde desta quarta-feira, 30, os principais pontos a serem contemplados como prioridade na resolução política do 2º Conselho Nacional da CTB, que se encerra na quinta-feira, às 12h30.

Mais de 300 delegados e delegadas da CTB, provenientes da maioria dos estados brasileiros, abordaram as questões de maior relevância em sua região, numa perspectiva regional e nacional, burilando ideias e estratégias políticas e sociais que devem estar no norte do plano de ação da central nos próximos anos.

Entre os temas discutidos na plenária, destaque para a reforma agrária e as políticas para o campo, a defesa da educação, da saúde, a conjuntura política, organização interna, linha política e econômica do governo, a situação dos servidores públicos, além das pautas que continuam tramitando no Congresso e que afetam diretamente a vida dos trabalhadores, como a terceirização e os novos cálculos para a aposentadoria na previdência social.

O vice-presidente da CTB, Joílson Cardoso, defendeu um aprofundamento da análise da conjuntura nacional, com especial atenção às políticas do desenvolvimento e da engenharia nacional.

Uma discussão analisará todas as moções e emendas propostas ao documento original, intitulado Democracia e desenvolvimento com valorização do trabalho, incluindo e aperfeiçoando o texto para que se defina então um documento final que será apresentado no encerramento, nesta quinta-feira 30.

Portal CTB para celulares

Foi lançado nesta quarta-feira 30 o aplicativo para celular do Portal da CTB, site da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Por enquanto, o aplicativo está disponível para ser baixado em aparelhos que utilizam o sistema androide.

A iniciativa da central é ampliar e otimizar a comunicação com as CTBs estaduais, sindicatos, entidade e movimentos sociais, com o propósito de construir uma grande rede de comunicação. “Será a rede nacional de comunicação da Central”, diz o presidente da CTB, Adilson Araújo.

Natália Rangel - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.