Sidebar

17
Qui, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Os servidores do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) entram na quinta semana de greve. A paralisação foi iniciada, por tempo indeterminado, no dia 15 de junho. Desde a data, apenas os atendimentos pré-agendados têm sido realizados nas agencia do INSS de Curitiba. Segundo as últimas informações do comando de greve, a paralisação segue por tempo indeterminado.

Os grevistas protestam contra a política do Ministério da Previdência desde a edição da MP 441, a ruptura das discussões no GT, a imposição do aumento da jornada de trabalho a partir de 1 de Junho de 2009 com a revogação da Resolução que garantia o trabalho em turnos de 6 horas, a implantação da Opção entre 30 e 40 horas reduzindo salários, o controle da jornada através de ponto eletrônico, a implementação das metas de avaliação de desempenho que eleva em 2011 a parcela variável do salário a 75% e a total falta de controle dos servidores sobre as condições que determinariam nosso trabalho.

O movimento atinge a 20 estados.


0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.