Sidebar

22
Ter, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari já lançou sua campanha para organizar a greve geral no dia 28 de abril. A categoria protesta contra a reforma da Previdência e a aprovação da lei da terceirização, com graves perdas de direitos trabalhistas.

Para o presidente do sindicato, Júlio Bonfim, a classe trabalhadora não vai aceitar as mudanças na Previdência e nas relações de trabalho, que ignoram a importância das regras especiais dos trabalhadores rurais e professores, promovem enorme restrição de direitos e precarização sem precedentes na área trabalhista. 

CTB-BA

Em Salvador, as entidades sindicais e movimentos sociais levaram milhares de pessoas às ruas nas manifestações do dia 15 e 31 de março. O amplo movimento serviu como preparação para a greve geral em todo o país, no dia 28, e como forma de reforçar a luta contra o fim de direitos históricos conquistados na base de muito suor e luta.

“Os trabalhadores têm papel fundamental na luta para impedir esses retrocessos do governo Temer. Não podemos admitir que acabem com direitos históricos da classe trabalhadores. Por isso, precisamos tomar as ruas e mostrar nossa força. Todos juntos e fortes para fazer um grande movimento na greve geral do dia 28 de abril”, convoca Aurino Pedreira, presidente da CTB Bahia.
 
Portal CTB com informações do site da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos e Mineradores da Bahia

 

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.