Sidebar

23
Ter, Jul

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O que é trabalho escravo? Quem são os trabalhadores (as) submetidos à escravidão? Quais as suas causas? Como quebrar o ciclo do trabalho escravo? Como podemos denunciá-lo? Qual o papel dos sindicatos nesta luta?

Para responder a essas e outras questões a Confederação nacional dos trabalhadores em Agricultura (Contag) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) realizam entre os dias 9 e 12 de junho na cidade de Miracema, em Tocantins, mais uma Oficina Local de Formação de Multiplicadores no Combate ao Trabalho Escravo. Desde o início de 2015 já foram realizadas Oficinas no Maranhã, no Piauí e na Bahia.

Devem marcar presença no evento além dos representantes do Movimento Sindical dos Trabalhadores (as) Rurais (MSTTR), a Organização Internacional do Trabalho (OIT), Comissão Pastoral da Terra (CPT), entre outros Movimentos Sociais.

Os objetivos das oficinas são capacitar e qualificar a rede de educadoes (as) que será corresponsável pela execução da formação na base e pelo monitoramento das ações e também divulgar os direitos e deveres que regulam as relações trabalhistas, para conscientizar os assalariados e assalariadas rurais para possam se reconhecer e serem reconhecidos como sujeitos de direito. Além disso, também é visto como necessário formar uma rede de multiplicadores para elaboração de ações sindicais destinadas a combater o trabalho escravo e promover o emprego digno e o trabalho decente.

A parceria entre a OIT e a Contag tem realizado desde fevereiro de 2015 oficinas locais para a formação de multiplicadores no combate ao trabalho escravo, utilizando o caderno de formação para o combate ao trabalho escravo, desenvolvido por meio de consultoria contratada pela OIT.

São cursos presenciais, que tem como público alvo lideranças de base e técnicos do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR). Foram escolhidas para receber as Oficinas regiões de maior vulnerabilidade (Piauí e Maranhão) e ocorrência de trabalho escravo (Bahia e Tocantins).

Portal CTB com Contag

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.