Sidebar

18
Ter, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Brasil é hoje umas das nações mais violentas do planeta. Em 2016, foram computados 62.517 mil assassinatos no país, sendo 33.590 contra jovens, 94,6% do sexo masculino. Um aumento de 7,4% em relação a 2015. O golpe de 2016 agravou o problema.

Os pobres, e em particular a população negra, são as principais vítimas. Entre 2006 e 2016, a taxa de homicídios de negros cresceu 23,1%, já a taxa entre os não negros teve uma redução de 6,8%. A situação das mulheres negras também é grave: a taxa de homicídio entre elas foi 71% superior à de mulheres não negras.

paginas centrais 5 mapa da violencia 2018

Mortos pela polícia

Boa parte dos homicídios é cometida pela polícia, cujo espírito assassino é revelado nas estatísticas. Em 2016, 4.222 foram mortos pela polícia. A polícia do Rio de Janeiro é a que mais mata e após a intervenção militar o número de mortos no Rio saltou de 49 (média por mês em 2014) para 128 (em 2018). Veja a evolução:

ctb contraaviolencia

*Texto publicado na Edição Especial do Jornal da CTB no dia 31 de Agosto de 2018.

Foto Destaque: Agência Brasil

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.