Sidebar

21
Qui, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
Com o tema “Pós-Confecom”, o jornalista e escritor Altamiro Borges, irá compor o time de renomados comunicadores que debaterão a mídia sindical e seu papel na luta em prol dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.

Em entrevista ao Portal CTB, Altamiro revela o que a Confecom representou para a comunicação nacional e sindical.

Portal CTB – O que a 1º Confecom  representou para a comunicação brasileira?


Altamiro – A Conferência representou um grande avanço e, por que não dizer, uma grande vitória rumo à democratização da comunicação. Isso se deve principalmente por que quando se falavam de conferência de comunicação, já imaginavam um encontro onde nada era decidido ou votado, mas desta vez o que pudemos ver foi um grupo de profissionais focados, única e exclusivamente para o tema.

Contudo, dois foram os motivos principais para marcar a importância deste evento: o primeiro, posso dizer que foi pedagógico, pois muitas pessoas se envolveram na preparação do evento e, por consequência, participaram ativamente dos debates. O segundo motivo se deu em relação a qualidade das propostas apresentadas durante o encontro. As resoluções que foram aprovadas são extremamente avançadas e que servirão de baliza para a implantação de projetos de lei visando à democratização da comunicação.

Portal CTB – O que a realização da Conferência beneficiou a comunicação sindical?


Altamiro – Para o movimento sindical, a Confecom serviu para mostrar o quanto a mídia, como conhecemos, é contra a luta das Entidades de Classe e apontou o quanto será importante a democratização da comunicação para o movimento.

Algumas discussões que aconteceram principalmente as que visaram a diminuição da criminalização das rádios comunitárias e a inclusão digital podem, diretamente, influenciar nas tarefas realizadas pelos departamentos de imprensa das entidades de classe, já que atualmente as rádios comunitárias são brutalmente perseguidas e fechadas, mas amanhã, poderão divulgar os trabalhos sindicais e aproximar ainda mais as entidades e os trabalhadores.

PortalCTB – O que esperar do 2º Encontro Nacional de Comunicação da CTB?

Altamiro – Primeiramente, temos que parabenizar a CTB pela iniciativa, pois não podemos deixar de levantar a bandeira da democratização da comunicação, isso é bom para o movimento sindical e para o Brasil. Contudo apenas alcançaremos nosso objetivo com a realização de encontros como este.

Confira abaixo a programação:

QUINTA-FEIRA – 25.03.10

14h - “As notícias que serão pautas em 2010”
Nivaldo Santana – vice-presidente da CTB

17h – Lançamento da Revista da CTB

SEXTA-FEIRA – 26.03.10


9h – Diálogos com a Comunicação: “A Comunicação na Era da Tecnologia”
Debatedor: Renato Rovai – jornalista e editor da Revista Fórum

11h – Experiência em Comunicação: “A luta transmitida pela TV”
Adelmo Andrade – diretor de Comunicação do Sindicato dos Bancários da Bahia

14h – “Nas Ondas da Comunicação”
Ricardo Ortiz – radialista e direitor nacional da CTB

15h – “Sítio – O espaço de todos”
Laldert Castello Branco – web designer da CTB

16h – “O pós-Confecom”
Altamiro Borges – jornalista e editor

SABADO – 27.03.10


9h – “Pistas para construção do Plano Nacional de Comunicação”

Acesse a ficha de inscrição
e informações sobre o envento

Portal CTB

 


0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.