Sidebar

16
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A insegurança nas agências bancárias foi o tema de reunião, nesta terça-feira (21/06), entre o Sindicato da Bahia e o Comando da Polícia Militar. É a segunda vez neste ano que o encontro acontece. 

O presidente do SBBA, Augusto Vasconcelos, ressalta os dados alarmantes. Neste ano, até o momento, foram registrados 48 ataques no Estado, 31 explosões, cinco assaltos, três arrombamentos e nove tentativas frustradas.

Apesar do número alto, segundo o comandante-geral da PM, Anselmo Brandão, houve redução de 59% nas ocorrências ante o mesmo período do ano passado.

A diferença se dá devido ao maior entrosamento entre a polícia e os órgãos que compõem o sistema bancário no Estado, sobretudo, o Sindicato.

O descaso dos bancos, que não investem em aparelhos capazes para inibir os ataques, também foi lembrado. O desrespeito deixa funcionários e população expostos aos constantes ataques, principalmente os assaltos.

Vale lembrar que, do total de recursos investidos em segurança pelas empresas, apenas 5% vão para infraestrutura. Os outros 95% são destinados aos ataques virtuais. Também participou da reunião, o subcomandante de operações da PM, o Tenente Coronel Ubirajara.

Fonte: SeeBA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.