Sidebar

22
Ter, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A valorização dos saberes populares e orientações sobre a saúde do idoso integraram o Encontro de Agricultores Familiares da Terceira Idade, realizado no último sábado (17), na comunidade de Mandacaru, distrito de Juazeiro-BA. O evento promovido pela Escola Nacional de Formação (ENFOC) da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), reuniu mais de 50 idosos no distrito.

A formação foi animada por diretores do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro (STRJ), que participaram os cursos da ENFOC, José Alves Duarte (Didi da Massaroca) e Regina Lúcia Vieira (Lucinha). Os dirigentes sindicais discutiram os principais pontos do Estatuto do Idoso, questões voltadas para saúde e prevenção na terceira idade e promoveram um momento de lazer, com a realização de atividades laborais, utilizando a metodologia participativa. “Estamos levando esses encontros aos idosos, como uma forma de valorizar a melhor idade e orientá-los quanto a prevenção de doenças”, destacou Didi.

Ainda durante o evento lúdico, foram realizadas místicas que buscaram resgatar as memórias e os saberes dos idosos da comunidade. “A nossa ideia foi levar as pessoas a refletirem sobre como eram as dificuldades do homem do campo no passado e quais as principais mudanças atualmente, destacando a luta do movimento sindical, pelo acesso a políticas públicas que mudaram a realidade de vida dessas comunidades”, pontuou Regina Lúcia.

O Encontro da Terceira Idade da ENFOC foi realizado nas comunidades de Juremal, Massaroca, Abóbora e Angico e contou com as parcerias do STRJ e da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura da Bahia (FETAG-BA). “A juventude precisa conhecer as nossas vivências, memórias, dificuldades e esse evento proporcionou o resgate e a valorização dos saberes da terceira idade”, destacou Josefa Rita da Silva, secretária da Terceira Idade da Contag.  

Também estiveram presentes o vereador Agnaldo Meira (PC do B), o assessor da FETAG-BA, Iran Wilker e o presidente do Conselho Municipal dos Idosos, Bertulino Alves. “Temos que batalhar muito para não perdermos o que já conquistamos. O idoso precisa, de fato, ser valorizado. Precisamos garantir o acesso à saúde, aos benefícios previdenciários, o direito a educação, a valorização histórica da sua cultura”, finalizou o vereador Agnaldo Meira.

Assessoria de imprensa

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.