Sidebar

12
Qua, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Carlos Rogério Nunes, secretário de Políticas Sociais da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) participa das atividades dos (as) assistentes sociais para que a prefeitura paulistana contrate as pessoas aprovadas no concurso, feito no ano passado.

“Faz um ano que esses (as) profissionais aguardam a contratação, com a vontade de prestar atendimento com mais qualidade. A CTB pede ao prefeito Fernando Haddad agilização nesse processo”, diz Nunes.

Veja o edital do concurso.

A assistente social Antonia Lins (Antonella) explica que há uma demanda de pelo menos 825 novos cargos nessa área no serviço público municipal. “Os servidores e servidoras reclamam com razão de sobrecarga de trabalho, o que prejudica o atendimento”, garante.

Em entrevista ao jornal especializado em concursos "Folha Dirigida", a diretora de Recursos Humanos (RH), Claudia Pires, da administração municipal afirma que estavam previstas 377 contratações, mas esse número pode ser ampliado. “A validade do concurso é de 2 anos podendo ser prorrogado”, explica Claudia.

Por isso, afirma ela, diversas “secretarias podem solicitar cargos disponíveis nesse concurso. É uma questão de encontrar necessidade e ter autorização”.

“A CTB apoia as trabalhadoras e os trabalhadores nessa luta para melhorar o serviço público na maior cidade do país”, ressalta Nunes. Antonella diz que a adequação desse serviço consta do Plano Municipal de Assistência Social de São Paulo.

As pessoas aprovadas no concurso criaram um abaixo-assinado, clique aqui e assine.

Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.