Sidebar

19
Dom, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Com o objetivo de reforçar o Dia Nacional de Lutas em defesa da aposentadoria, convocado pelas centrais sindicais (CSB, CTB, CUT, Força Sindical, Nova Central, UGT, Intersindical), a CTB São Paulo convoca sua base para participar de ato dia 19 de fevereiro, às 6h, no Aeroporto de Congonhas.

Planalto escancara lobby e vai pra cima dos indecisos por Reforma da Previdência

"A hora é de lutar e nossa resistência deve pautar a obstrução desse que é o maior ataque aos direitos sociais no nosso país. O governo investe altas somas em propaganda enganosa, já reuniu com governadores, jantou com empresários, num jogo de vale tudo para ver matéria aprovada", alertou o presidente da CTB, Adilson Araújo, reiterando convocação à base para ocupar as ruas dia 19 de fevereiro. 

Ele lembra que "embora tenham havido flexões no texto, o que podemos observar é que a proposta segue conservadora e indigesta. Seja no regime geral, seja para os servidores públicos, o governo não abre mão da contribuição mínima de 40 anos. Ficou claro que, no cenário da reforma proposta por Temer, ninguém se aposentará com menos de 75 anos".

Adilson refirma que o movimento sindical ingressa em uma fase decisiva da batalha contra o desmonte da Seguridade Social. "O governo investe pesado para tentar aprovar no Congresso Nacional o projeto da reforma da Previdência. Chegou a hora de nós,  trabalhadores e trabalhadoras, os únicos seriamente prejudicados por essa proposta indecente, mostrar toda a nossa resistência para enterrar de vez esse projeto".

Serviço

Dia Nacional de contra a Reforma da Previdência
Blitz no Aeroportos de Congonhas, em São Paulo
Segunda-feira (19), a partir das 6 da manhã

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.