Sidebar

23
Ter, Jul

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As trabalhadoras da CTB já estão preparadas para participar da 5ª Marcha das Margaridas, considerada a maior mobilização das mulheres do campo e da floresta. Promovida pela Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura) desde o ano 2000, a Marcha se consolidou, ganhou visibilidade e é hoje também o maior evento com a participação feminina no Brasil.

margaridas2011Com o lema “Margaridas seguem em Marcha por Desenvolvimento Sustentável com Democracia, Justiça, Autonomia, Igualdade e Liberdade”, jovens e senhoras de norte a sul do país ocuparão a Esplanada dos Ministérios nos dias 11 e 12 de agosto, contra a violência sexista e  pela garantia dos direitos, contra a precarização do trabalho, em defesa da democracia e por um Brasil Soberano, Sustentável, mais Democrático, Justo e Igualitário no Campo, Cidade, Águas e Floresta.

"A Marcha das Margaridas é um instrumento fundamental para as mulheres rurais, das águas e das florestas para o fortalecimento da cidadania das mulheres", afirma Marilene Betros, dirigente da CTB.

“A CTB participa não só como parceira, mas através das cetebistas rurais que constroem o desenvolvimento e marcham em defesa dos seus direitos. Na luta para fazer o nosso país avançar no combate à pobreza no enfrentamento à violência contra as mulheres, na defesa da soberania alimentar e nutricional e na construção de uma sociedade sem preconceitos de cor, gênero, raça, etnia”, reforça Marilene.

De acordo com Lúcia Moura, vice-presidente da CTB e Secretária de Trabalhadores e Trabalhadoras da Terceira Idade da Contag, os preparativos estão a todo vapor. “Nos estados, as mulheres estão articulando sua participação com as centrais e federações. Captando recursos, discutindo os cadernos de textos. E nesse ano temos um desafio ainda maior diante da atual conjuntura nacional”, destacou a dirigente.

Segundo ela a expectativa é reunir 100 mil trabalhadoras em Brasília para participar, no dia 11, de seminários temáticos, que acontecem no Estádio Mané Garrincha; e, no dia 12, da grande Marcha das Margaridas, que percorre as ruas da Capital Federal, com uma parada em frente ao Congresso Nacional contra a pauta conservadora imposta aos trabalhadores e trabalhadoras.

Em Brasília, as cetebistas já estão mobilizadas, garante a secretária da Mulher Trabalhadora da CTB/DF, Samara Nunes. “Temos que ir para rua pedir que as políticas em relação ao gênero avancem. A CTB está mobilizada - vamos participar dos eixos temáticos, principalmente nas discussões voltadas à violência contra a mulher”, afirmou.

Confira a programação abaixo e faça a sua inscrição AQUI:

Dia 11 de agosto (terça-feira)

08 às 12h - Chegada das delegações e credenciamento

14h - Oficinas, plenárias e Conferências.

19h - Abertura Oficial 

21h - Noite cultural

Dia 12 de agosto (quarta-feira)

07 às 12h - Concentração e caminhada pela Esplanada dos Ministérios 

15h - Resposta do Governo à Pauta da 5ª Marcha das Margaridas.

 

Cinthia Ribas - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.