Sidebar

23
Qui, Maio

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Durante os encaminhamentos consequentes de dois dias de reuniões da direção Nacional do MLT (Movimento de Luta pela Terra), os coordenadores do movimento decidiram, em comum acordo, criar uma Central Camponesa.

O anúncio oficial foi feito no segundo dia de atividades realizadas dentro da programação da Reunião Nacional MLT, organizada para criar o planejamento estratégico de ações a serem desenvolvidas nos próximos meses por todos os filiados, militantes e, principalmente, os coordenadores do movimento.

A Central Camponesa pretende agregar os empreendimentos da economia solidária e da reforma agrária e fomentar anda mais o cooperativismo no Brasil. Foi o que informou Clóvis Vailant, coordenador nacional do MLT. “Vamos unificar e trabalhar para representar ainda mais os empreendimentos da economia solidária e reforma agrária. É também nosso objetivo desenvolver o trabalho cooperativista do país”, ressaltou.

“A seriedade e competência do MLT o consolida para tocar este novo projeto. Temos certeza que capitalizaremos muitos parceiros a serem agregados à nova central. São representantes de cooperativas que já têm no MLT uma representação para as utas que eles travam cotidianamente para assegurarem seus direitos e terem justos benefícios”, informou Clóvis.

Fonte: MLT

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais