Sidebar

19
Dom, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) lançou hoje (5), a campanha "Eu Digo não à Violência contra as Mulheres", em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o governo do estado e o Sindicado dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed).

Segundo a presidente da comissão, deputada Inês Pandeló (PT), a iniciativa é focada no público masculino. “O objetivo da campanha é sensibilizar e mobilizar os homens para que eles sejam protagonistas no combate à violência contra as mulheres. O número de mulheres agredidas no Brasil, principalmente dentro de suas casas, é preocupante, sendo que muitas são mortas,” disse a deputada.

Durante o evento, procuradores, policiais, médicos, juízes e ativistas que trabalham em defesa dos direitos das mulheres relataram suas experiências ao longo do exercício da profissão.

A campanha irá se estender até o dia 31 de março e será divulgada nos principais meios de comunicação. De acordo com a deputada Inês Pandeló, as instituições envolvidas organizarão eventos para mobilizar os profissionais das áreas em que atuam.
0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Diga não

banner violencia contra a mulher

Revista Mulher de Classe

banner revista mulher de classe