Sidebar

15
Sáb, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

logo ctb webA CTB irá organizar, nos dias 8 e 9 de abril, uma Oficina temática para debater e definir a proposta dos classistas a respeito da nova Tabela de Categorias. O Encontro será realizado na cidade de São Paulo e é aberto a sindicalistas de todos os segmentos ligados à Central.

Desde o ano passado, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) está reelaborando a Tabela de Categorias de trabalhadores, instrumento que subsidia as concessões de registro das entidades sindicais.

“A CTB entende que esse tema possui relevância na defesa da unicidade sindical e se faz necessária uma discussão fundamentada para um posicionamento coerente com nossa plataforma política de atuação na defesa  dos direitos dos trabalhadores”, explica o secretário-geral Pascoal Carneiro.

Esforço organizativo

Para os dois dias de Oficina, a CTB programou palestras com a Dra. Zilmara Alencar e do Dr. Magnus Farkatt, com o propósito de direcionar as discussões que serão travadas pelos sindicalistas.

O secretário de Imprensa e Comunicação da CTB, Eduardo Navarro, tem acompanhado de perto, desde o ano passado, o andamento dessa discussão junto ao MTE. Para ele, os classistas devem levar adiante esse debate, de modo a respeitar e preservar a liberdade de autonomia das entidades sindicais.

eduardonavarro categorias

“Além desse esforço, começamos também um debate sobre enquadramento sindical, visando a coibir a proliferação de sindicatos que não representem os verdadeiros interesses dos trabalhadores. Então vamos dar sequência a esse tema por meio dessa oficina, desta vez interna, para discutir, do ponto de vista da CTB, quais são os ramos e departamentos e os grandes grupos que temos filiados e que a CTB entende como importante para a organização dos trabalhadores”, explicou.

Para o dirigente, o esforço organizativo que a CTB tem feito nesse sentido é fundamental para compreender com maior exatidão a realidade do movimento sindical brasileiro na atualidade. “A partir do resultado dessa Oficina, iremos nos reunir com o MTE e as outras centrais para fazer o debate da Tabela de Categorias, que deve normatizar o registro das entidades sindicais”, completou, destacando a necessidade de abrir o debate a um grande número de dirigentes. “Gostaríamos de contar com a participação mais ampla de todos os segmentos, de todos os ramos e departamentos e categorias”.

Inscrições

Os dirigentes interessados em participar da Oficina devem se inscrever exclusivamente por e-mail  - Clique aqui para solicitar sua inscrição - até o dia 4 de Abril, informando nome/RG/CPF/endereço completo/telefone/email e sindicato filiado do qual faz parte.

A Secretaria Geral informa que inscrições incompletas ou fora do prazo não serão aceitas.

Portal CTB


Leia também:

CTB começa a definir sua proposta de Tabela de Categorias

Em Seminário, CTB defende tabela de categorias atualizada

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.