20
Qua, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Foi realizado na manhã desta sexta-feira (18), em Itabuna, a Plenária Regional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB Região Sul), com o tema Democracia, Resistência e Luta.

O evento que reuniu militantes de diversos sindicatos filiados à CTB na Câmara de Vereadores do município, teve como objetivo integrar os trabalhadores e trabalhadoras no cenário de luta política e ideológica do país.

A mesa de abertura foi composta por representantes dos sindicatos regionais que proferiram breves palavras sobre a batalha que cada entidade trava cotidianamente em prol da classe trabalhadora.

Em seguida, foi exibido um vídeo que mostrou uma retrospectiva da luta classista na região bem como as conquistas dos trabalhadores da CTB nesses dez anos de existência.

Aurino Pedreira, presidente da CTB Bahia, foi o palestrante da manhã e falou sobre a conjuntura política atual do país. Enfático, ele apresentou as conquistas do governo Lula e Dilma através dos programas sociais que tirou milhões de pessoas da linha da pobreza e proporcionou um poder aquisitivo maior da classe trabalhadora neste período.

publico-itabuna.jpg

No entanto, Aurino destacou também às falhas deste governo que pavimentou o golpe sofrido por Dilma e que acirrou o processo de luta dos trabalhadores com o atual governo pela manutenção de seus direitos.

“O governo atual passa do neoliberalismo para o neocolonialismo, ou seja, o país passa a dependência extrema de outros países para manter sua economia, por isso, através dessas reformas incabíveis, rasga-se a constituição e a CLT como forma de atender às demandas do capital em detrimento aos direitos dos trabalhadores que são base da economia”, afirmou.

Após a fala de Aurino, foi plenária foi aberta a discussão. Karla Lúcia, diretora do Sindicato dos Servidores Públicos, ressaltou a importância da coesão da classe trabalhadora.

“Nós, trabalhadores e trabalhadoras, devemos estar atentos e unidos neste momento em que o governo fragmentar os nossos direitos. A mídia, aberta e fechada, a todo momento tem divulgado denúncias, mas não se enganem. Eles querem chegar até nós, até a nossa proposta de governo. Por isso, é necessário que se tenha organização para o combate ideológico que está por vir”, alertou.

O presidente do Sindicato dos Bancários, Jorge Barbosa, também se pronunciou no evento.

“A greve, no último dia 28, foi muito importante para demonstramos que os trabalhadores e trabalhadores têm força neste país. Gostaria de parabenizar a todos os companheiros e companheiras que fomentaram a greve geral e que ainda farão ainda mais nos próximos dias. Viva a luta dos trabalhadores!”, exclamou.

Ao terminou da plenária, os participantes se preparam para uma caminhada, que será realizada hoje, às 16h, saindo do Jardim do Ó, contra as reformas da previdência, trabalhista e terceirização. 

Fonte: Ascom do Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região