Sidebar

15
Seg, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A greve geral vai paralisar Salvador e as principais cidades da Bahia. Diversas categorias já anunciaram que vão paralisar as atividades e promover manifestações para protestar contra as reformas trabalhista e previdenciária.

Todas as entidades classistas devem aderir ao movimento, paralisando as atividades em suas bases e ajudando a convencer as demais categorias.

“Estamos entrando na fase decisiva de construção da greve. Orientamos que todos os sindicatos conversem com os trabalhadores de suas bases sobre a importância de paralisar as atividades no dia 28 de abril, para pressionar contra a pauta de retirada de direitos que está sendo discutida e votada no Congresso Nacional, a exemplo da lei da terceirização e das reformas trabalhista e previdenciária. É a nossa chance de impedir os retrocessos. Vamos parar o Brasil e dizer não às reformas”, conclamou o presidente da CTB Bahia, Aurino Pedreira.  

Confira algumas categorias que já anunciaram a adesão à greve geral:

Policiais civis

Professores da rede pública de ensino

Trabalhadores em saúde da rede pública

Rodoviários de Salvador e Região Metropolitana

Comerciários de Salvador, Irecê, Itabuna e Ilhéus

Bancários de todas as bases sindicais da Bahia

Metalúrgicos

Servidores do Judiciário estadual e federal

Trabalhadores da construção civil

Técnicos administrativos das universidades federais

Servidores públicos municipais de Itabuna

Petroleiros

Servidores públicos estaduais

Fonte: CTB-BA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.