Sidebar

16
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Trabalhadores e trabalhadoras da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) decidiram em assembleia realizada na noite de 24 de novembro aprovar por ampla maioria a proposta do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

A proposta versa sobre as reivindicações de aumento do vale-alimentação e aplicação do plano de cargos e salários, reivindicações essas que ficaram para ser rediscutidas pós-acordo, neste mês, porém a empresa não havia se manifestado e os trabalhadores fizeram protestos exemplares nas áreas, o que culminou na audiência no TRT no dia 22 de novembro.

1 assembleia sintaema 24 11 16

O Tribunal propôs o comprometimento por parte da Sabesp em:

-Iniciar o processo de avaliação em dezembro de 2016, com prazo até fevereiro de 2017 para a implantação, com a garantia de que, assim que implantado, seja retroativo a 1º de dezembro de 2016;

-Aguardar resposta do Codec/CPS sobre a alteração dos critérios da avaliação e apresentá-la na audiência do dia 14/02/2017;

-Compromisso em dar retorno sobre o aumento do vale-alimentação na mesma audiência que esclarecerá os critérios do plano de cargos e salários;

-Avaliar a possibilidade adiantar o pagamento da 2ª parcela do 13º salário e da cesta de Natal para o dia 1º de dezembro;

Além dessas colocações, o TRT também propôs a criação de uma comissão de estudos paritária para avaliar a alteração de jornada de trabalho dos empregados admitidos a partir de 2009. Nesta questão, ocorre que para os trabalhadores admitidos a partir de 2009 a Sabesp poderia alterar o horário da jornada de segunda a sexta-feira para terça a sábado, o que a empresa já vem fazendo em algumas áreas do Baixada Santista e do Interior.

De acordo com os dirigentes, o Sintaema não concorda com essa modalidade, uma vez que a Sabesp alega que esse procedimento seria para reduzir horas-extras, porém a redução de horas-extras deve ser advinda de mais contratação de trabalhadores via concurso público, e não com alteração da jornada.

"Graças à combatividade dos trabalhadores, que mobilizaram dezenas de áreas da Sabesp com protestos, a empresa recorreu ao tribunal e conseguimos avançar com a proposta acima. Se não fosse essa união e exemplo de luta da categoria, a Sabesp não teria se manifestado", afirmou em nota a entidade.

De acordo com a Sabesp, o pedido de aumento do Vale-alimentação ainda está no Codec. Esperamos que até a próxima audiência no dia 14 de fevereiro de 2017 a empresa se sensibilize e atenda ao pleito, inclusive quanto à aplicação do Plano de Cargos e Salários retroativo a 1º de dezembro.

“O que vem por aí não será fácil, com esse governo golpista atacando a classe trabalhadora de todos os lados com projetos de terceirização, reformas trabalhista e previdenciária, PEC 55 e reforma no ensino, onde os estudantes merecem todo nosso apoio e reconhecimento. Dentro deste contexto tão adverso, conseguir uma proposta foi um avanço frente a tantos golpes”, disse o presidente Rene Vicente. “Os trabalhadores estão de parabéns!”, finalizou.

Portal CTB com Sintaema

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.