Sidebar

14
Sex, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Em ação nacional de conscientização que faz alerta sobre os perigos caso a Reforma da Previdência de Temer/Bolsonaro seja aprovada, as centrais sindicais, junto com o conjunto dos sindicatos, federações e confederações, realizaram nesta quinta (22) o “Dia Nacional de Reflexão e Mobilização em defesa da Previdência e da Seguridade Social”, com assembleias, diálogo nas ruas com a população e panfletagem nos locais de trabalho, praças públicas e ambientes de grande circulação.

“A ideia é mostrar ao trabalhador e trabalhadora o que esconde essa reforma. Ela não só acaba com a aposentadoria, ela condena milhões a uma vida de miséria e sufocará a economia de mais de 4 mil municípios do país”, alerta o secretário de Previdência, Aposentados e Pensionistas da CTB, Jadirson Tadeu.

Para o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, abandonar um modelo coletivo de financiamento por um individual, como é o caso da capitalização da Previdência, colocaria em risco a sobrevivência econômica de mais de quatro mil municípios que vivem dos benefícios previdenciários. “Está claro que essa é a demanda do mercado e daqueles que financiaram e apoiaram o golpe, por isso insistem na pauta”, ressalta. 

O próximo dia 26 também será de mobilização. Em protesto contra a ameaça do presidente eleito em extinguir o Ministério do Trabalho, as centrais realizam ato em frente ao órgão e em todas as Superintendências Regionais do Trabalho espalhadas pelo Brasil. Além de denunciar a proposta de reforma da Previdência. 

Campanha permanente

Construído pelo Fórum das Centrais (CTB, CSB, CUT, Força Sindical, Intersindical, CSP-Conlutas, NCST, UGT e CGTB), a ação desta quinta é o gatilho para Campanha Permanente em Defesa da Previdência lançada no último dia 12 de novembro. Na oportunidade, um documento com os princípios gerais para a garantia da universalidade e do futuro da Previdência e da Seguridade Social também foi divulgado pelas entidades.

Adilson Araújo salienta a centralidade da pauta e destaca que o diálogo e orientação na base, bem como com a sociedade de maneira geral, será a chave para barrar a proposta que ameaça o maior sistema de distribuição de renda do mundo.

 

“O empenho de todos e todas será fundamental para barrar qualquer proposta que acabe com a nossa aposentadoria ou que fragilize nossa Seguridade Social. Logo, daqui pra frente a orientação é: dedicação total na realização de assembleias, diálogos, panfletagens. Nosso objetivo deve ser sempre o de esclarecer a população sobre os riscos que a proposta de Temer/Bolsonaro representa para os nossos direitos e nosso povo”.

Confira alguns dos atos realizados nas primeiras horas da manhã desta quinta:

Bahia (BA)

Juazeiro

46462342 1255889777884645 776961245998743552 o

46507386 1255889904551299 597808736924336128 o

Ceará (CE) 

Fortaleza

whatsapp image 2018 11 22 at 11.15.33 1

São Paulo

Estação de Metrô Itaquera

whatsapp image 2018 11 22 at 06.45.20

whatsapp image 2018 11 22 at 08.27.37 1

whatsapp image 2018 11 22 at 08.27.37

Largo da Concórdia

whatsapp image 2018 11 22 at 08.10.15

whatsapp image 2018 11 22 at 08.10.15 1

whatsapp image 2018 11 22 at 15.29.40

 

Minas Gerais

Centro de Belo Horizonte

whatsapp image 2018 11 22 at 14.22.54

 whatsapp image 2018 11 22 at 14.22.44

Confira outras localidades onde ocorreram ações das centrais:

  • Mato Grosso do Sul (MS) - Às 9h, em frente à sede da Delegacia Regional do Trabalho (DRT).
  • Paraná (PR) – Em Curitiba, das 11h às 14h, um ato público será realizado na Esquina da Democracia, no calçadão da Rua XV de Novembro com a Rua Monsenhor Celso.
  • Pernambuco (PE) – A partir das 8h, em frente à sede da antiga DRT, na Av. Agamenon Magalhães, bairro do Espinheiro.
  • Rio Grande do Sul (RS) – A partir das 7h30, panfletagem do jornal das centrais no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAF), em Porto Alegre.
  • Sergipe (SE) – Em Aracaju, a partir das 8h, o ato será no calçadão da João Pessoa/Geru.

    Poral CTB - Com informações das agências (Atualizada às 15h53)
0
0
0
s2sdefault