Sidebar

20
Dom, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Em entrevista à apresentadora Mariana Godoy, na Rede TV, a cantora Fernanda Takai expressou seu total apoio à presidenta afastada Dilma Rousseff. Ela esteve no programa de entrevistas para falar sobre o lançamento de seu novo disco solo, com repertório 100% autoral e intitulado "Na Medida do Impossível".

A vocalista do Pato Fu lembrou que cantou na primeira posse da presidenta e disse que o encontro reuniu artistas de diversos cantos do país, muitos, inclusive, que não a apoiavam. “As pessoas têm essa noção de que ela é uma pessoa idônea, honrada. A gente não pode deixar de apoiar as pessoas de bom caráter. Não vou deixar de apoiar a presidente Dilma”, afirmou.

Ao ser indagada sobre já ter apoiado políticos do PSDB, a cantora foi enfática: "Eu geralmente tenho apoiado pessoas. A coisa partidária no país hoje está diluída. Eu sempre fiz opção pelo caráter das pessoas e é claro que eu revi vários pontos".

Ao falar sobre uma possível eleição do republicano Donald Trump nos Estados Unidos, Fernanda Takai foi direta: "Isso é catastrófico também", afirmou, comparando com a catástrofe nacional que é o impeachment e a gestão do vice, Michel Temer.

O programa recebeu ainda Anna Muylaert, diretora do filme "Que Horas Ela Volta?", que já se manifestou contrariamente ao impeachment em diversas situações e chegou a dedicar o prêmio que ganhou pelo filme a Dilma e ao ex-presidente Lula, pelos avanços promovidos na área social do país. Muylaert também falou sobre seu novo trabalho, "Mãe só há uma".

Portal CTB com informações da Rede TV

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.