Sidebar

10
Seg, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Confirmando a sinalização dada ainda durante a campanha eleitoral, o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou que fará redução drástica na distribuição de verbas publicitárias direcionadas ao veículos de comunicação tradicionais, alguns deles que, inclusive, apoiaram a sua eleição.

A decisão segue o modelo inaugurado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que quando eleito passou a privilegiar sites, blogs e ações nas redes sociais alinhados à extrema direita no EUA.

De acordo com informações da coluna do jornalista Lauro Jardim, de diário O Globo, haverá "uma desidratação do montante hoje empregado para anúncios em jornais, revistas, TVs e rádios", mas "serão mantidos os patamares atuais para sites e será mantido ou ampliado o gasto com redes sociais". 

Ministério

Para comandar a Secretaria de Comunicação Social (Secom) ao longo de seu governo, Bolsonaro indicou o general da reserva Floriano Peixoto Vieira Neto. Entre suas atribuições estão a administração das relações com a mídia e revisão dos contratos de publicidade vigentes.

Portal CTB - Com informações do O Globo

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.