Sidebar

25
Sáb, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e demais centrais sindicais que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) participaram, como convidadas especiais, da reunião dos Ministros do Trabalho, realizada nos dias 26 e 27 de julho em Chongqing na China.

CTB denuncia reforma trabalhista do governo Michel Temer no Brics Sindical

O ministro brasieliro, Ronaldo Nogueira foi representando pela secretaria de Inspeção do Trabalho, a auditora fiscal Maria Tereza Pacheco Jensen. Antônio Lisboa representou as centrais sindicais brasileiras que denunciaram a reforma trabalhista do governo de Michel Temer. 

mario encontro china

                                        (Foto:CTB e centrais com representante da OIT no encontro)

O dirigente da CTB, Mário Teixeira, contou que, durante o encontro, as representações laborais dos países do Brics foram convidadas a visitar diversas organizações de amparo social, auxilio a idosos, qualificação profissional e para os trabalhos domésticos, entre outras. Além de conhecerem a sede do Sindicato, em uma industrial automobilística. (foto abaixo)

mario visita sindicatos

Os centros de treinamento, descreve Teixeira, são equipados e administrados com recursos didáticos e de informática da mais alta e avançada tecnologia.Toda essa estrutura é mantida pelo sindicato único dos trabalhados daquele município que tem 17,5 milhões de associados.

Brics Sindical: dirigente da CTB denuncia precarização das relações trabalhistas

“Esta entidade (como as demais) tem o suporte político do Partido Comunista Chinês e recebe recursos (2% oriundos das empresas e mais 0,2 dos trabalhadores, sobre a folha de pagamento) arrecadados e repassados pelo poder público”, expressou.

Segundo ele “não se verifica vestígio de pobreza entre trabalhadores”. apontou. Em relação ao sistema político chinês o marítimo observou que “são estatizados todos os serviços públicos e os estruturais estratégicos, incluindo o controle de preço e de distribuição de gêneros alimentícios. Entretanto, já existe um viés liberal controlado. Há muitas empresas privadas competindo com as estatais”, sublinhou.

CTB participa de abertura do Fórum Sindical do Brics na China

“Por outro lado, verifica-se um rigoroso controle, por parte do Estado, da natalidade (máximo de dois filhos por casal) e da aquisição de veículos novos. A venda destes é por sorteio obedece a número restrito estabelecido em cada município de acordo o tráfego de veículos (a fila de espera geralmente é muito grande)”, expressou.

Mário Teixeira é portuário, presidente da Fenccovib (Federação Nacional dos Conferentes e Consertadores de Carga e Descarga, Vigias Portuários, Trabalhadores de Bloco, Arrumadores e Amarradores de Navios, nas Atividades Portuárias) e diretor para assuntos internacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviário e Aéreo, na Pesca e nos Portos (CONTTMAF).

Portal CTB, com informações e fotos de Mário Teixeira 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.