Sidebar

23
Qui, Maio

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Federação dos Trabalhadores Assalariados Rurais no Rio Grande do Sul (Fetar) considera inaceitável a proposta de reajuste de 6,47%, menor do que a inflação, enviado ontem (1) pelo governador José Ivo Sartori à Assembleia Legislativa para  reajuste do Piso Salarial do Estado.

Para o presidente da Fetar, Nelson Wild, o governador não foi sensível ao pedido do Fórum das Centrais Sindicais, bem como da própria Federação, que era de 10,45%, percentual elaborado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) para repor as perdas inflacionárias. “Não estamos nada satisfeitos com tal índice, que é igual ao piso nacional e que aproxima os dois, correndo-se o risco de no próximo ser extinto, o que seria um grande retrocesso para os trabalhadores. Essa postura de Sartori indica que ele não tem compromisso com os trabalhadores, que com maior poder de compra ajudam a economia a crescer”, lamenta.

Já o diretor financeiro da Fetar, Denilson Aguiar, lembra que é o segundo ano que o governo comete um ataque contra o trabalhador, que, com certeza, além de prejudicar enormemente a classe ao propor um reajuste que achatará o salário e não vai atender as necessidades mínimas. Além disso, continua o dirigente, terá reflexos em outras atividades, principalmente no comércio, onde o trabalhador deixa um percentual elevado de seus ganhos, ocasionando um desemprego ainda maior.

A Fetar e o Fórum Estadual das Centrais dos Trabalhadores farão uma investida forte junto aos deputados estaduais para que seja elaborada uma emenda ao projeto do governo. “Levaremos a informação na base eleitoral dos deputados que forem contra o trabalhador”, alerta Denilson.

Por Luiz Boaz

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais