Sidebar

23
Qui, Maio

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O presidente da Federação dos trabalhadores em Agricultura do Rio grande do Sul (Fetag-RS), Carlos Joel da Silva, com integrantes da Comissão Interestadual da Uva, Contag e deputados, participou na última terça-feira (19) de uma reunião com André Nassar e Caio Rocha, secretários de Política Agrícola e do Produtor Rural e Cooperativismo, respectivamente, para tratar do pagamento da subvenção do seguro agrícola contratado em 2015 para a safra 2015/16. Até hoje não foi paga a parte do governo às seguradoras, que cobram dos produtores que já quitaram a sua parte.

Além disso, restringir uma provável liberação de importações de sucos e vinhos a granel da Argentina. Joel disse que o Ministério não recebeu qualquer solicitação para abrir o mercado e adiantou que não pretende mudar a regra das importações.

Possíveis alegações de quebra de safra para importações são rechaçadas por Olir Schiavenin, vice-coordenador da Comissão Interestadual da Uva, que garantiu que os estoques são suficientes para atender a demanda e ainda tem a safra que está sendo colhida. “Não se descarta que seja uma artimanha das indústrias vinícolas para pagar ainda menos aos produtores de uva, que em muitos casos tiveram enormes prejuízos com perdas acima de 80%”, justifica.

Em relação ao seguro, Joel não aceitou “a conversa” do MAPA, que pediu aos produtores que olhassem para a safra futura e esquecessem o passado. “Tivemos um debate duríssimo e fomos totalmente contrários a essa intenção. Fizemos os secretários Nassar e Rocha reconhecer que precisamos encontrar uma solução para o problema atual”, observou.

As lideranças fizeram duas sugestões:

1° - Mudar a legislação que permita usar o orçamento de 2016 para o pagamento da subvenção de 2015 para os seguros contratados em 2015;

2° - Como isso exige mudança e é demorado, é necessário que o MAPA acerte com as seguradoras a troca do vencimento dos boletos que é neste 20 de janeiro.

Joel alerta que se não forem atendidas as reivindicações, não se descarta a possibilidade de manifestações organizadas pela Fetag e Comissão Interestadual da Uva durante a Festa da Uva.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais