bloco

 

barra estados home

bloco

  • Clique e leia a Resolução política da 17ª Reunião da Direção Nacional da CTB

Fonte

O decreto que institui a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação Social (SNPS), baixado recentemente pela presidenta Dilma, despertou a histeria das forças conservadoras e partidos de direita capitaneadas pelo DEM e PSDB. O objetivo do governo Dilma é criar novos canais de comunicação com os movimentos sociais e representantes da chamada sociedade civil, permitindo deste modo uma maior participação popular na definição das políticas públicas.

Apoiado pelos movimentos sociais, a iniciativa enfrenta uma feroz oposição das forças conservadoras e dos grandes meios de comunicação. O jornal O Globo chegou a classificar o decreto como “um golpe de Estado na base da canetada”. A reação demonstra o pavor da classe dominante brasileira com a ampliação da democracia direta e da participação popular na política nacional e, em particular, nas políticas públicas, tema que nossa direita considera exclusivo dos políticos e das elites.

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), consciente do caráter antidemocrático da reação da direita, manifesta total apoio ao decreto da presidenta Dilma e repúdio à reação descabida das forças conservadoras, que desta forma dá mais uma prova de sua profunda aversão aos movimentos sociais e ao povo brasileiro.

São Paulo, 9 de junho de 2014

Adílson Araújo, presidente da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil)    

bloco