Sidebar

18
Sex, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Celina Arêas, secretária de Formação e Cultura da CTB comemora a entrega do prêmio três vídeos escolhidos como os melhores do 1º Concurso de Vídeo a Face do Trabalhador e Trabalhadora, cujo tema foi o Mundo do Trabalho.

Para ela, foi uma grande vitória a realização desse concurso. “Tivemos a adesão de apenas quatro estaduais (Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo), mas demos um grande passo para realizarmos esse evento anualmente”, assegura.

“O maior objetivo”, define Celina, “é mostramos ao movimento sindical a importância de se trabalhar a questão cultural, apresentando a nossa visão de mundo”.

Porque, complementa, “os setores da burguesia fazem isso muito bem e dessa forma mantêm a hegemonia do pensamento, dificultando o debate sobre questões muito importantes para o avanço democrático da sociedade”.

Celina garante que 2016 promete no campo da cultura. “Vamos apresentar um projeto de cultura para a nossa central que valorize a produção cultural da classe trabalhadora”, diz.

“Para mim essa premiação mostra aos dirigentes sindicais que cultura também é luta. Tão fundamental quanto as questões políticas e sociais. Não fosse assim, os dominadores não começariam seus projetos pela tentativa de aniquilamento da cultura dos dominados”, defende.

Com a comissão julgadora composta por Maurilia Gomes, especialista em produção cinematográfica, Fernando Damasceno, assessor da Fitmetal, Láldert Castello Branco, designer da CTB, que definiu os premiados a seguir:

1º) A Luta do Setor Naval no Rio de Janeiro, produzido por Bruno Bom, Laura Costa e Marcos Pereira Fernandes (Sindmetal-Rio).

2º) Condições de Trabalho dos Professores da Rede Particular de Ensino, produzido por Isabelle Grangeiro, jornalista do Sinpro-Campinas.

3º) 28 de Fevereiro: Prevenção `as Ler Dorts, produzido coletivamente pela equipe do Sindmetal-Caxias do Sul (RS).

Marcos Aurélio Ruy - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.