Sidebar

25
Ter, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na última sexta e sábado (21 e 22) foi realizado, em Brasília, o Seminário Setorial com as Centrais Sindicais e Organizações Sociais, que participarão da 4ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CNSTT).

De acordo com a secretária de Saúde e Segurança no Trabalho da CTB, Elgiane Lago, que participou da atividade, foram discutidos sete eixos temáticos que nortearão a conferencia nacional.

Para a secretária, os seminários estaduais e macrorregionais são essenciais para que os delegados levem para a base o que foi debatido para se prepararem para a etapa nacional.

A secretária adjunta de finanças da CTB, Gilda Almeida, também participou nos debates. Para ela, a atividade é necessária para valorizar os profissionais e seguir na luta por condições dignas de trabalho.

Conferência Nacional 

A 4ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CNSTT) foi convocada pela Portaria GM/MS nº. 2.808/12 e tem como objetivo propor diretrizes para a implementação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora.

A Conferência acontece em três etapas: macrorregionais, estaduais e nacional. As etapas macrorregionais já estão em andamento, e vão até 30 de maio, e as estaduais, até 30 de junho.

O tema central da Conferência, “Saúde do trabalhador e da trabalhadora, Direiro de todos e todas e dever do Estado" irá orientar as discussões em todas as etapas, que ainda serão guiadas pelo Eixo Principal “A Implementação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora” e sub eixos:

I - O Desenvolvimento socioeconômico e seus Reflexos na Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora;
II - Fortalecer a Participação dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, da Comunidade e do Controle Social nas Ações de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora;
III - Efetivação da Política Nacional de Saúde e do Trabalhador e da Trabalhadora, considerando os princípios da integralidade e intersetorialidade nas três esferas de governo; e
IV Financiamento da Política Nacional de Saúde do Trabalhador, nos municípios, estados e União.

Com informações da Fenafar 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.